H-Dia

0800 790 6242

Terapias nutricionais: qualidade de vida para quem trata de doenças raras e câncer

O bem-estar, a qualidade de vida, a resposta ao tratamento e a sobrevida do paciente estão totalmente associados ao estado nutricional, pois pacientes desnutridos têm qualidade de vida reduzida, estado funcional alterado, menor tolerância ao tratamento e maior tempo de recuperação quando comparados a pacientes bem nutridos.

As terapias nutricionais personalizadas, grandes aliadas no combate ao câncer e diversas doenças raras, podem ser consideradas como esperança de vida para muitas pessoas que fazem tratamentos contínuos. Esse suporte nutricional fortalece o sistema imunológico, minimiza os efeitos colaterais dos medicamentos e melhora a qualidade de vida dos pacientes.

“Esse tipo de tratamento traz resultados tão positivos, defendido pela Sociedade Americana de Oncologia Clínica como parte integrante do protocolo oncológico, devendo ser fornecido como parte dos cuidados padrão”, explica o médico nutrólogo Dr. Matheus Caputo, diretor do H-Dia, hospital Referência em diagnóstico e tratamento de desnutrição associada a doenças raras, doenças metabólicas, doenças crônicas, doenças autoimunes, desnutrição de pacientes oncológicos, dentre outras.

“Atuamos no diagnóstico preciso, no acolhimento e na provisão da sobrevida do paciente. Atualmente é comum vermos esse tipo de tratamento em hospitais, mas muitos pacientes que não estão hospitalizados necessitam deles, principalmente que sejam administrados de forma personalizada, a fim de manter o padrão nutricional e melhorar a qualidade de vida”, explica a diretora-executiva do HDia, Luciana Rodriguez.